Resenhas

Mansfield park

Título Original: Mansfiel Park
Autora: Jane Austen
Ano: 2014
Editora: Penguin
Páginas: 608
Compre:  Amazon

Sinopse: Na literatura, esperamos que o herói seja vigoroso, tenha um espírito aventureiro, audácia, bravura, capacidade de superação e uma pitada de imprudência. Ele deve ser ativo, enfrentar obstáculos e afirmar a própria energia. Fanny Price, a heroína de Mansfield Park, é o oposto de tudo isso. Frágil, tímida, insegura e excessivamente vulnerável, a pequena Fanny deixa a casa dos pais pobres para morar com os tios mais afortunados em Mansfield Park. Lá, convive com diversos familiares, mas se aproxima apenas do primo Edmund, seu companheiro inseparável. A tranquilidade de casa, no entanto, é abalada com a chegada dos irmãos Mary e Henry Crawford em uma propriedade vizinha. Edmund se apaixona por ela, enquanto Henry flerta com todas as moças. Mansfield Park é o romance que marca a maturidade de Jane Austen. Apresenta um tom mais contido, sardônico, em comparação com obras idealizadas antes, como Orgulho e preconceito e Razão e sensibilidade. Aqui, mais consciente dos verdadeiros males e sofrimentos inerentes à vida em sociedade, uma das maiores autoras da língua inglesa enaltece, na figura de Fanny, a imobilidade, a solidez, a permanência e a resignação.

“Privar-se da vantagem de outros olhos e outras opiniões seria pior que renunciar ao prazer do momento.”

O livro Mansfield Park de Jane Austen gira em torno da vida de Fanny Price.
Havia três irmãs da família Ward, todas se casaram. Tornaram-se sra. Norris, sra. Bertram e sra. Price. Devido a dificuldades financeiras e com apoio da sra. Norris, a família Bertram, que já possuía 4 filhos (Julia, Maria, Edmund e Tom) resolveram criar a senhorita Fanny, filha da sra. Price, que possuía muitos filhos e baixíssima renda.
Fanny teve muitas dificuldades em sua adaptação ao novo lar. Sentia muitíssima saudade de seu irmão William, e, depois de um tempo, conquistou a amizade de Edmund, que era seu único acalento na nova casa e por quem alimentou um lindo sentimento por muitos anos.

As irmãs Maria e Julia não tratavam Fanny com muito respeito, e no geral, a presença de Fanny era de muita indiferença a todos da casa. Sra. Norris, mulher orgulhosa, fazia sempre questão de dizer para Fanny seu lugar de sobrinha, proferia à Fanny duras palavras. Chega à Mansfield Park novos vizinhos, a família Grant, logo depois, surgem os irmãos da Sra. Grant. Mary Crawford e Henry Crawford.
Essa chegada mexe com muitas pessoas. As duas famílias passam a criar um laço de união e os jovens vivem algumas aventuras.
Edmund cria um sentimento especial por Mary, apesar de sua postura por vezes orgulhosa, o que feria o coração de Fanny, principalmente quando observava a postura de Mary.
As irmãs Maria e Julia encantam-se por Henry, que dá uma atenção especial à Maria, porém, ela já estava prometida e era noiva do sr. Rushworth.
Sr. Henry conquista corações por onde passa; mas deixa bem claro o pavor que tem em relação a casamento, opinião compartilhada pela sua irmã Mary.

“O amor de uma mulher é mais ardente que o de um biógrafo.”

Fanny é uma personagem extremamente humilde, submissa, por vezes humilhada (principalmente por sua tia Norris) Fanny achava um equívoco quando era tratada bem. Em sua mente, não merecia nada de bom.
Sr. Henry planeja algo detestável: conquistar o coração de Fanny apenas por diversão. Mas o plano não corre totalmente como o planejado, e Henry acaba apaixonado.
Henry tem apoio de toda a família, mas Fanny recusa todas as suas tentativas de aproximação.

Na tentativa de fazer com que Fanny aceite o pedido de Henry, Sir Thomas envia Fanny para uma estadia na casa de seus pais, sr. e sra. Price. A estadia é bem conturbada, a situação do lar não é nada do que Fanny esperava, durante o tempo que passou com os pais, acontece uma pequena tragédia no lar dos Bertram e uma coisa inacreditável em relação a Henry, que abala muitas famílias, devido às circunstâncias, Lady Bertram e Sir Bertram trazem Fanny de volta ao lar para ajudar a melhorar a situação.

O final do livro é lindo, algo que eu esperava e também não esperava. Tive muitas surpresas ao longo do livro. Eu amei a leitura, correu muito bem, por vezes era difícil parar de ler. Recomendo muito!

⭐⭐⭐⭐⭐

Por Ramira Maria

Ramira

Ramira, 19 anos. Gosto de ler, de filmes, de dormir... Admiradora das letras e dos jogos que elas dominam. Gosto de observar as tantas maneiras que as letras se encaixam e nos fazem viajar pra lugares diferentes. Sou feita de sonhos e de fé neles.

 1 Posts 0 Comments 148 Views